Entrar

Como e quando fazer um pagamento agendado? Veja dicas

Entenda mais sobre esta funcionalidade, benefícios e cuidados que precisa ter para usá-la.

Foto Vanessa Ferreira
Publicado em: 19 de janeiro de 2022.

A internet e a tecnologia têm trazido inúmeros benefícios e facilidades para a nossa rotina, principalmente no que se refere a serviços bancários. Um exemplo disso é o pagamento agendado.

Na correria do dia a dia, é muito comum esquecer de pagar uma fatura ou outra conta e isso pode gerar uma série de transtornos.

Deixar de pagar uma conta traz muitos problemas, como incidência de juros e multas, inadimplência e até mesmo ficar com o nome sujo, a depender do tempo que a conta está vencida.

É claro que essa situação também pode acontecer por falta de dinheiro ou de planejamento. Em pesquisa realizada pela Serasa em parceria com a Opinion Box, por exemplo, revelou que 53% dos endividados pesquisados estão nessa situação por não terem pagado a fatura do cartão de crédito.

A sequência dos motivos da inadimplência é formada por lojas, representando 34%, contas básicas, como gás, luz e água, com 32%, e telefone, 26%.

Para evitar essa situação, torna-se ainda mais importante o controle financeiro, seja pessoal ou familiar. Com ele, além de evitar que você não tenha dinheiro na hora de pagar uma conta, também ajuda a não deixar de pagar por esquecimento.

E é exatamente por este último motivo que o pagamento agendado pode ser um bom aliado para te ajudar no pagamento das contas.

Para conhecer mais sobre essa funcionalidade, os benefícios e os cuidados que você tem que ter, continue por aqui e boa leitura.

O que é pagamento agendado?

Como o próprio nome já diz, o pagamento agendado nada mais é que agendar um pagamento para data futura e você também faz pelo código de barras do boleto ou da conta em questão.

Assim, no dia do agendamento, o banco automaticamente irá fazer o débito na sua conta para compensar o pagamento de boleto ou fatura qualquer.

Essa funcionalidade é bastante interessante principalmente para casos em que suas contas vencem em dias diferentes, mas você não costuma acessar sua conta diariamente. Assim, num único dia, você consegue agendar o pagamento de todas as contas para serem debitadas nas datas exatas do vencimento.

E você pode fazer o agendamento mesmo sem ter dinheiro na conta, porém, vale ressaltar que, na data que você agendou, o dinheiro precisa estar lá. Caso contrário, o débito não ocorrerá e a conta continuará pendente.

Apesar de o objetivo ser o mesmo, cada banco opera da forma que entender ser mais prático e simples para seus clientes. Neste caso, é importante entender o passo a passo com a instituição financeira que você trabalha.

Pagamento agendado pode ser cancelado?

É possível sim cancelar um pagamento agendado e essa função pode estar disponível diretamente no aplicativo do seu banco, também conhecido como app, ou no teleatendimento, direto com os atendentes.

Mas agora você pode estar se perguntando: por que eu iria cancelar um agendamento de pagamento?

A resposta é simples! Imagine que, após agendar o pagamento de uma fatura, você nota algumas inconsistências nela, como erros de cobrança, valores indevidos ou até uma compra que você não fez.

Neste caso, com certeza você entrará em contato com a administradora do cartão – ou a loja em que a compra foi feita – para fazer a contestação, certo?

A instituição provavelmente pedirá que você não pague a fatura em si para te mandar uma nova. Neste caso, o agendamento pode ser cancelado para que a cobrança não seja feita. Viu só como é importante?

Cuidados ao realizar agendamentos de pagamentos

Além do caso já citado acima, onde você precisa primeiro conferir o boleto ou fatura para se certificar de que não há cobranças indevidas antes de agendar um pagamento, há outros motivos de atenção que devem ser tomados.

Para te ajudar a entender melhor esses pontos de atenção, confira os tópicos abaixo.

Atenção para não confundir pagamento e agendamento

O primeiro ponto é talvez o mais importante. Se você não tem intenção de agendar um pagamento e sim efetuá-lo no mesmo dia, em hipótese alguma você deve trocar a data de vencimento.

Isso pode gerar um sério problema. Por exemplo, ocorrem casos em que, sem querer, você altera a data do vencimento no momento de pagar o boleto. Neste caso, você não estará fazendo o pagamento, mas sim agendando.

Por isso, caso o boleto vence naquele dia, a partir dali, será cobrado juros e multas de uma conta que você acredita que já esteja paga.

A dica aqui é sempre conferir o comprovante de pagamento após efetuá-lo. Assim, você irá se certificar de que ocorreu realmente um pagamento. Caso você tenha agendado sem querer, é só recorrer à função cancelar agendamento, que já foi explicado no tópico acima.

Atenção à data do vencimento

Na hora de agendar seu pagamento, preste muita atenção à data do vencimento. Digamos que o vencimento é para o dia 12 de maio de 2022 e você, sem querer, inseriu o dia 13 de maio do mesmo ano, errando apenas o dia.

Este erro pode incidir um dia de cobrança de juros e multas por atraso. Ou seja, sem querer, você será penalizado.

Para evitar isso, antes mesmo de confirmar o agendamento, observe se todos os dados estão corretos, como data de vencimento, valor cobrado e até mesmo desconto que podem ser concedidos para pagamentos até o vencimento.

Fique atento aos feriados bancários

Este aqui é outro tópico bastante importante. Atenção aos feriados bancários, principalmente se não for feriado nacional.

Caso você programe um pagamento para o dia de um feriado, a compensação será feita apenas para o dia seguinte. Pode ser que seja necessário o agendamento ser feito para um dia antes do vencimento, tudo bem? Se tiver dúvidas sobre este tópico, é melhor entrar em contato com o atendimento do seu banco ou do banco emissor do boleto.

Certifique-se de que possui o valor disponível em conta

Como já mencionado acima, ter o valor na conta é essencial para que o boleto seja compensado. Você pode até não ter o dinheiro no dia do agendamento, mas precisa garantir que tenha no dia que for compensar.

Por isso, cuidado ao fazer um agendamento de longo prazo e utilizar o dinheiro com outras contas nesse intervalo. Se você tiver cheque-especial, aquele dinheiro que o banco deixa disponível na sua conta para emergência, o cuidado deve ser dobrado.

Isso porque o boleto será compensado, mas de um dinheiro que não é seu, é emprestado. Por se tratar de um empréstimo, o banco fará a cobrança de juros, multa e até mesmo IOF, e normalmente essas taxas são mais caras que as cobradas pelo atraso do boleto. Muita atenção nisso.

E então, já conhecia o pagamento agendado? Gostou da funcionalidade? Esses serviços são importantes para ajudar a organizar a vida financeira e evitar pagamentos de juros e multas de forma desnecessária.

Com a tecnologia e a chegada das chamadas fintechs e dos bancos digitais, muitos produtos interessantes têm surgido, como o caso da carteira digital, ou até parcelar boleto no cartão de crédito.

O importante é você estar sempre atento a essas funcionalidades e utilizá-las sempre que necessário para organizar sua vida financeira.