Entrar

Posso abrir MEI com nome sujo? Veja se é possível

Está com a dúvida “posso abrir MEI com nome sujo”? Entenda se isso atrapalha a formalização como Microempreendedor Individual.

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 29 de março de 2022.

Como ter o nome negativado traz limitações à vida financeira, é normal que surja a dúvida “Posso abrir MEI com nome sujo?” se a ideia é se formalizar como Microempreendedor Individual.

É provável que muitas pessoas façam tal pergunta, afinal, segundo dados da Serasa, existem cerca de 62 milhões de brasileiros com o nome sujo atualmente.

Posso abrir MEI com nome sujo?

Se o seu sonho é empreender, mas está passando pela dor de cabeça de ter o nome negativado, fique tranquilo: é possível se tornar MEI mesmo com o nome sujo.

Conforme a Lei Complementar n⁰ 123 de 14 de dezembro de 2006, estar com o nome negativado não é uma restrição para a abertura de um CNPJ MEI.

Muitas pessoas que já possuem uma remuneração fixa buscam se tornar MEI a fim de estabelecer uma renda extra para a família.

Se é o seu caso, você está no caminho certo. Garantir uma renda extra para quitar dívidas é uma boa estratégia orçamentária. E estar com o nome negativado não vai lhe impedir de empreender.

Entretanto, é válido lembrar que, se o seu nome ainda está sujo, você pode enfrentar dificuldades ao pedir a liberação de crédito para investir na sua empresa, entre outras restrições financeiras pessoais, que podem afetar o seu dia a dia como empreendedor.

Após regularizar seu negócio, é possível utilizar o MEI como uma oportunidade de quitar suas dívidas e ter o nome limpo novamente.

Mas não se esqueça, a melhor opção é consultar e negociar suas dívidas o mais rápido possível.

O que é o MEI?

MEI é a abreviação para Microempreendedor Individual, um registro regulamentado para trabalhadores autônomos, além de uma oportunidade para o pequeno empresário possuir CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e ter sua empresa reconhecida formalmente.

Ao se tornar um MEI, o empreendedor garante alguns benefícios, tais como isenção de impostos, acesso a opções de crédito, previdência social, auxílio-doença e maternidade, entre outros.

Junto a isso, é importante saber que o teto de faturamento de um Microempreendedor Individual é de R$ 81.000,00 (oitenta e um mil reais) anuais, e caso ultrapasse esse valor, o enquadramento tributário da empresa passa a ser outro.

Quem pode se tornar MEI?

Para formalizar-se como MEI, o empreendedor precisa se enquadrar em algumas condições, tais como:

• Ser maior de 18 anos, ou maior de 16 anos, caso for emancipado;
• Não ser titular, sócio ou administrador formal de outra empresa;
• Não é permitido ter outro sócio;
• A atividade comercial deve se enquadrar na lista permitida para MEI;
• É preciso estar em dia com sua documentação pessoal;
• O proprietário deve possuir endereço físico, número de celular e e-mail.

Além de se encaixar nos requisitos exigidos, é importante que o empreendedor tenha em mente que será necessário um pouco de conhecimento financeiro e estratégico a fim de se organizar para lidar com aspectos como a contabilidade e o marketing de seu negócio.

Agora que você já sabe quais os requisitos para se tornar um Microempreendedor Individual, saiba o passo a passo para formalizar seu negócio.

A formalização é fácil e pode ser feita online, através do site do Governo Federal. Acesse o Portal do Empreendedor, clique na opção “Quero ser MEI” e confira as demais condições determinadas para se tornar MEI, localizadas na aba “Quem pode se tornar MEI?”.

Caso se enquadre nas exigências, tenha a documentação necessária em mãos, acesse a opção “Formalize-se” e finalize o seu cadastro.

Quais são as vantagens de abrir um MEI?

  • Tributação reduzida e simplificada;

  • Contratação de até 1 funcionário para ajudar;

  • Maior facilidade para conseguir liberação de crédito;

  • Isenção de tributos federais;

  • Emissão de notas fiscais e vendas para outras empresas;

  • Garantia de aposentadoria e direitos trabalhistas ao empresário;

  • Autorização para participar de licitação pública e oferecer serviços ao governo.

Quais são as desvantagens de abrir um MEI?

  • Alto custo para a finalização da empresa ou mudança do regime tributário;

  • Aposentadoria limitada à um salário mínimo;

  • Número limitado de funcionários (apenas um).

Entenda porque é importante quitar as dívidas

Mesmo que você comece um negócio pensando apenas em ter uma renda extra, é essencial que se planeje para quitar suas dívidas quanto antes.

Estar negativado traz restrições para a pessoa física e para o empreendedor que deseja fazer novos investimentos.

Afinal, além de ser visto com uma má reputação pelo mercado financeiro, com o score baixo, as chances de não ter o crédito aprovado aumentam.

Outras dificuldades surgem no dia a dia do empreendedor, que pode enfrentar problemas para conseguir cartões de crédito, ser impedido de fazer empréstimos ou financiamentos, entre outros.

Passo a passo para quitar suas dívidas

Quitar suas dívidas ficou mais fácil com o auxílio da Serasa. Acessando o Serasa Limpa Nome você encontra um serviço online e gratuito para negociar sua inadimplência facilmente e em pouco tempo.

Siga nosso passo a passo e empreenda com mais segurança:

  • O primeiro passo é acessar o site do Serasa Limpa Nome;

  • Em seguida, digite o seu CPF para fazer a consulta;

  • Verifique se há dívidas e suas respectivas informações;

  • Veja a oferta de negociação disponibilizada pelo credor;

  • Se estiver de acordo, emita o boleto na melhor data para pagamento;

  • Se você não reconhecer a dívida ou tiver dúvidas, entre em contato diretamente com o credor.

O Serasa Limpa Nome foi desenvolvido para trazer transparência e agilidade para você quitar suas dívidas quanto antes. Aproveite!