Navegação do blog
  1. Score
  2. Blog
  3. Nao Declarar Imposto Bloqueia Cpf

CPF Bloqueado na Receita Federal: como regularizar

O CPF bloqueado na Receita Federal pode acontecer por alguns motivos. Saiba como regularizá-lo.

Atualizado em: 16 de julho de 2024

Categoria Consultar ScoreTempo de leitura: 3 minutos

Texto de: Time Serasa

Receita Federal. Placa indicativa da Superintendência da Receita Federal do Brasil na cidade de capital federal. Brasília, Distrito Federal - Brasil. 03, Janeiro, 2021. Licenciada   ARQUIVO Nº:  403137846  Visualizar corte  Encontrar semelhantes  Expandir imagem DIMENSÕES 4472 x 3456px TIPO DE ARQUIVO JPEG CATEGORIA Negócios RESTRIÇÕES  Somente para uso editorial LINHA DE CRÉDITO  Rmcarvalhobsb - stock.adobe.com TIPO DE LICENÇA Licença estendida Receita Federal. Placa indicativa da Superintendência da Receita Federal do Brasil na cidade de capital federal. Brasília, Distrito Federal

Existem situações que podem fazer o cidadão ter o CPF bloqueado na Receita Federal. Uma delas é entregar a declaração do Imposto de Renda fora do prazo. Entenda quais as consequências do bloqueio do CPF e o que mais pode acontecer com quem não declara o Imposto de Renda.

O que significa ter o CPF bloqueado na Receita Federal

Quem planeja viajar, por exemplo, não vai conseguir fazer o passaporte, nem mesmo renová-lo após o vencimento. Aqueles que forem aprovados em concurso público não vão conseguir tomar posse e até quem ganhar prêmio em loteria não poderá ter acesso ao dinheiro.

  • São muitas as consequências de ter o CPF bloqueado. Em resumo, a pessoa fica impedida de:

  • ● fazer ou renovar passaporte;
  • ● tomar posse em cargos públicos após aprovação em concurso;
  • ● receber prêmio em loteria, caso ganhe o sorteio;
  • ● abrir conta bancária;
  • ● movimento dinheiro na conta bancária
  • ● pedir empréstimos ou financiamentos;
  • ● ter acesso ao Pix, já que a instituição financeira pode impedir alguns tipos de transações;
  • ● fazer matrícula em instituição de ensino;
  • ● obter novo cartão de crédito;
  • ● receber aposentadoria ou seguro-desemprego;
  • ● comprar ou vender imóveis.


Nos casos mais extremos, o CPF pode ser até cancelado por completo e o titular ser processado criminalmente por sonegação fiscal.

Motivos comuns para o bloqueio do CPF

  • Os motivos para o bloqueio do CPF podem ser diversos. Entre causas frequentes do bloqueio estão:

  • ● Não declarar Imposto de Renda bloqueia CPF.
  • ● Inadimplência.
  • ● Fraudes ou uso indevido.
  • ● Duplicidade.
  • ● Ausência nas eleições.
  • ● Inconsistências cadastrais.

Como saber se o CPF está bloqueado

Para saber se o CPF foi afetado em razão da falta de entrega do IR, basta fazer a consulta no site da Receita Federal e preencher os dados com o número do CPF e a data de nascimento.

  • Feito isso, o site informará o status do CPF. Nesse momento, podem aparecer seis opções:

  • regular: não existe qualquer restrição;
  • suspenso: está incorreto ou incompleto;
  • cancelado: ocorre quando há perda ou roubo do documento, multiplicidade de cadastro ou decisão administrativa ou judicial envolvendo o titular;
  • nulo: foi constatada alguma fraude;
  • titular falecido: é incluído o ano de óbito;
  • pendente de regularização: há ausência da entrega de alguma declaração de IR nos últimos cinco anos.


Essa pendência de regularização acontece porque o CPF é emitido pela própria Receita Federal para que ela possa identificar quem são os contribuintes com obrigações financeiras e fiscais no país. Portanto, está diretamente ligada à declaração de impostos. Também por isso é tão difícil escapar das consequências dessa negligência.

CPF pendente de regularização diminui o Serasa Score?

Sempre que o CPF aparecer como pendente de regularização, é porque o titular não entregou alguma declaração de Imposto de Renda na Receita Federal. Isso, no entanto, não leva a pessoa a ficar negativada, nem a ser incluída em órgãos de proteção ao crédito, como a Serasa. Afinal, tal pendência não tem a ver com dívidas.

É por esse motivo que o CPF pendente de regularização não interfere no Serasa Score.

O que mais pode acontecer se não declarar o IR

Não declarar Imposto de Renda bloqueia CPF, mas também traz pelo menos outras quatro consequências.

  1. Multa

    Além de problemas com o CPF, não declarar o IR pode trazer prejuízos financeiros. Isso porque o contribuinte fica sujeito a uma multa de no mínimo R$165,74. Esse valor pode variar conforme a situação tributária da pessoa. Ela será de 1% ao mês sobre o imposto devido, mas pode chegar a 20% do valor do IR.

    Para corrigir a situação, a declaração pode ser enviada a qualquer tempo após o encerramento do prazo, mas haverá a cobrança de multa por atraso.

  2. Nome inscrito no Cadin

    Atrasar a entrega da declaração do Imposto de Renda também pode levar o contribuinte a ter seu nome inserido no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin), um banco de dados de pessoas inadimplentes e em débito com órgãos e entidades federais.


  3. Malha fina

    Quem atrasa ou não entrega o documento também pode cair na malha fina. A malha fina é o processo que a Receita Federal abre para analisar de perto as movimentações financeiras da pessoa.


  4. Acusação de sonegação fiscal

    A acusação pelo crime de sonegação fiscal pode ocorrer em caso de constatação de omissão ou erros intencionais no preenchimento da declaração do Imposto de Renda. Essa é também a mais grave e extrema das penalidades aplicadas a quem não entrega o documento.

    A acusação por crime de sonegação fiscal tem pena de prisão. A detenção pode ser de seis meses a dois anos, além de multa de duas a cinco vezes o valor do tributo devido.

Assista | Aprenda passo a passo como solicitar a 2ª via do seu CPF

Passos para regularizar o CPF

Se entre os motivos para o bloqueio do CPF, o caso tiver sido de falta de entrega da declaração de imposto de renda (DIRPF) nos últimos cinco anos, a regularização poderá ser feita entregando as declarações em aberto.

Para isso, é preciso acessar o programa de declaração de Imposto de Renda da Receita Federal, ou no site da Receita, em Meu Imposto de Renda com o login do gov.br.

Porém, se descobrir que o CPF está suspenso, a pessoa deverá seguir um passo a passo para regularizá-lo. A solicitação pode ser feita online ou presencialmente.

Se for presencial, o processo pode ser feito indo até uma agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios.

Para regularizar o CPF pela internet, o passo a passo é o seguinte:

  1. Preencha os dados pessoais e endereço conforme solicitado.

  2. Envie o formulário para a Receita.

  3. Por último, anote o protocolo de atendimento e aguarde o prazo.

O app da Serasa ajuda na organização financeira

Para manter também as contas em dia, aplicativos podem ser aliados do consumidor.

O aplicativo Serasa tem tudo para você cuidar da sua vida financeira. Organize as contas do mês para manter o pagamento em dia, negocie dívidas em seu nome ou no CNPJ de sua empresa, solicite crédito, consulte e saiba como aumentar seu Serasa Score, monitore seu CPF e muito mais!  

Tudo isso de forma rápida e prática, usando apenas o celular. Confira todos os serviços disponíveis no app da Serasa: 

Serviços Serasa na Estrada
Serasa Score Ícone

Serasa Score

Consulte e descubra o que pode estar impactando seu Serasa Score e como melhorar sua pontuação.

Limpa nome ícone

Serasa Limpa Nome

Veja ofertas, negocie dívidas e contas atrasadas com centenas de empresas parceiras.

Logo serasa verde

Serasa Crédito

Simule, compare e peça empréstimos, cartões de crédito ou conta digital de acordo com seu perfil.

Logo serasa rosa

Serasa Premium

Monitore seu CPF, consultas e movimentações feitas em seu nome e proteja seus dados pessoais.

Logo serasa azul

Carteira Digital

Pague débitos de veículo em até 12 vezes, recarregue o celular e receba dinheiro em tempo real e sem custo.

Baixe agora mesmo o aplicativo Serasa.



Ou escaneie o código:

Compartilhe o artigo

Este artigo foi útil?

Escolha de 1 a 5 estrelas para avaliar

Artigos relacionados